VOLTAR

DIAGNOSE

DIAGNOSE® - Método de Auto Avaliação Orientada pelo Organograma

As organizações quase sempre encontram dificuldades quando preparam relatórios de avaliação, pelas primeiras vezes utilizando-se dos critérios de excelência dos maiores prêmios. As dificuldades de entendimento dos critérios, itens e tópicos pelos níveis hierárquicos, acabam provocando reações negativas, e os relatórios produzidos não contemplam as realidades da gestão. Muitas organizações ficam sub-avaliadas, criando desmotivação, e o maior objetivo da avaliação, que é a preparação de planos de melhoria, acaba prejudicado.
O Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) adotou como base de seu sistema de avaliação os critérios de excelência do Premio Nacional da Qualidade (PNQ), mas criou instrumentos destinados originalmente a micro, pequenas e médias organizações: GAS (Guia de Avaliação Simplificada), N1 (Nível 1) e N2 (Nível 2). Além de diagnosticar o estágio de desenvolvimento gerencial, servem também como ferramentas de gestão e planejamento para a melhoria da qualidade.
Atualmente o GAS foi transformado em avaliação de adesão para as empresas que pretendem entrar para o programa. Os níveis 1 e 2 são freqüentemente atualizados, seguindo as alterações do PNQ, que se atualiza com o Premio Malcolm Baldrige e que também provoca alterações no Premio Europeu.
Na estrutura original o GAS tinha um limite de 125 pontos, o nível 1 permitia até 250 pontos e o nível 2 um máximo de 500 pontos.O PNQ permiti 1000 pontos. O nível 2 também serviu como base para os Primeiros Passos da Fundação Premio Nacional da Qualidade.
O método de Auto Avaliação Orientada pelo Organograma - DIAGNOSE® - utiliza-se do material do PGQP para avaliar os diversos níveis hierárquicos de medias e grandes organizações, de uma forma racional, rápida e eficaz. Com isto os conceitos contidos nos critérios de excelência são disseminados, horizontal e verticalmente, e os diversos níveis hierárquicos podem também preparar planos de melhoria de gestão.
A preparação das avaliações, bem como dos avaliadores internos é feita em função das especificidades de cada organização.

Os principais benefícios da utilização do DIAGNOSE® são:
- Uniformidade de entendimento dos critérios de excelência
- Aumento da visão sistêmica do modelo
- Convergência de esforços em todos os níveis hierárquicos
- Planos de melhoria de gestão bem alinhados
- Facilidade para se preparar relatórios de avaliação mais profundos
- Envolvimento de todos os níveis hierárquicos nos trabalhos

O DIAGNOSE® promove, além dos benefícios citados, o alinhamento das estratégias e a divulgação dos planos de ação entre os empregados. Haverá maior fluidez de comunicação horizontal e vertical na organização, devido ao entendimento facilitado e a padronização de medidas de melhoria.
Além de tudo, os trabalhos assim estruturados, serão inteiramente aproveitados na preparação do relatório de avaliação da organização como um todo, seja ela pública ou privada.
Dessa maneira o DIAGNOSE® é um método valioso para as organizações que buscam a excelência da gestão.

................................................................................................................................................................................